0

Por que preciso me preocupar com a velocidade de carga do site?

Fatores que podem atrapalhar a velocidade do site

A presença digital é obrigatória para qualquer empresa que tem por objetivo ampliar os seus negócios. Além de estratégias de marketing para levar fluxo até a sua página, é essencial se preocupar com a velocidade do site.


Você sabia que o Google leva em consideração o tempo de carregamento da página para colocá-lo nas primeiras posições dos resultados de buscas orgânicas? Se um site demora mais de seis segundos para carregar, é considerado lento.

Para não perder a atenção dos visitantes, o tempo ideal de carregamento do website é de dois a três segundos. Passou disso, sua empresa corre um sério risco de perder um cliente.

Para não ficar para trás em relação a concorrência, o ideal é pensar na performance do site desde o início dos projetos. Um bom planejamento pode economizar tempo no desenvolvimento da página e evitar desperdício de recursos.

Como tornar um site mais rápido?

A maneira como a linguagem de programação será utilizada é muito importante. Uma forma interessante para tornar o site mais ágil é minificar o código. Uma técnica de programação que remove os caracteres desnecessários, sem alterar o funcionamento da página.

Não é recomendado fazer uploads das imagens em seu tamanho original. Você não precisa de uma imagem de 5 megapixels para ser vista em um smartphone com ¼ desta resolução. Por isso, comprima as imagens antes de inserir no site.

O desempenho do servidor da sua hospedagem de site é crucial para o carregamento ágil do seu site. Você precisa conhecer bem a sua aplicação para definir a configuração necessária para o seu site ser exibido rapidamente.

Além da velocidade do site, é importante prezar por uma hospedagem de site segura. Você pode ler mais sobre como aumentar a segurança do site em nosso blog.

Plugins de otimização de desempenho para CMS

Sites que utilizam CMS (WordPress, Joomla, Magento, Moodle) geralmente possuem Plugins de cache, entre outros Plugins, que otimizam o desempenho da página.

Para o WordPress, um dos plugins mais utilizados é o W3 Total Cache. Além de utilizar o cache dos navegadores, ele é capaz de reduzir consultas a banco de dados e compactar arquivos para tornar o site mais rápido.

Como testar e performance do meu site

Você pode verificar a performance real do seu site, tanto em computadores quanto em dispositivos móveis, com a ferramenta PageSpeed do Google.

O PageSpeed vai analisar quesitos como “Primeiro aparecimento com conteúdo”, “Índice de velocidade”, “Tempo até ficar interativa” e retorna uma pontuação, enquadrando sua aplicação como lenta, média ou rápida.

Outras ferramentas que podem verificar o desempenho do seu site são o Pingdom e o Web Page Test.

Não se assuste se o tempo de resposta do servidor (TTFB) for abaixo da média. A ferramenta analisa vários quesitos para mostrar esse resultado. Um dos fatores que pode alterar esse ítem é a quantidade de acessos ao servidor no momento em que o teste foi feito.

O ítem mais importante que deve ser observado é “Primeira exibição de conteúdo (FCP)” que precisa ser abaixo de três segundos.

Leia também!


Serviços de e-mail: motivos para contratar um domínio personalizado


Meu domínio foi congelado. Como devo proceder?


Hospedagem de site: Linux ou Windows?

Hospedagem de site: mensagem de site não seguro

Como registrar um site na internet?

Dicas para proteger as suas contas na internet com senhas fortes

0

task_blog

A Task tem por objetivo prover soluções em internet e comércio eletrônico que otimizem processos e gerem resultados para pessoas e organizações. São mais de 20 anos de experiência em hospedagem de sites, serviços de e-mail, servidor virtual, servidor dedicado, loja virtual e muito mais. Saiba mais em www.task.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *