0

Sou advogado, o que faço para ter meu escritório na internet?

Um site bem estruturado para o seu escritório de advocacia servirá como um portfólio e aumentará suas chances de ser encontrado nos mecanismos de busca.

Como em todo segmento, a presença digital é uma parte importante do negócio. Um site bem estruturado é um excelente portfólio para qualquer área de atuação, inclusive escritórios de advocacia. Se você é advogado, saiba como registrar um site na internet.

Com o surgimento da internet, houve uma forte transformação no perfil dos consumidores. Em um ramo em que existe a prática de indicações de profissionais, ter uma página na internet torna-se ainda mais importante para mostrar o seu trabalho.

Além das indicações, é muito comum interessados em serviços de advocacia procurarem por um advogado nos mecanismos de busca, seja por localização ou por área de atuação, aumentando consideravelmente a necessidade de estar presente no mundo digital.

Por que preciso de um site para meu escritório de advocacia?

De acordo com a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), o país possui mais de um milhão de advogados regulamentados. A concorrência é grande e, por isso, é essencial destacar-se neste mercado.

Ter um website bem estruturado vai impactar positivamente a imagem do escritório e servirá como uma:

  • porta para novos clientes;
  • forma de relacionamento com clientes atuais;
  • maneira de aumentar a credibilidade para o escritório;
  • possibilidade de ser bem ranqueado pelo Google para as suas principais áreas de atuação.

Um website para o escritório de advocacia deve seguir algumas regras. Antes de aprender como registrar um site, vamos abordar um pouco sobre essas questões.

Limitações do marketing jurídico

Com a mudança das relações de consumo, tornou-se essencial trabalhar o marketing (principalmente o digital) das empresas. No entanto, para escritórios de advocacia, há algumas questões estabelecidas pelo código de ética da OAB que precisam ser seguidas.

Essas limitações servem para proteger a ética e a dignidade da profissão, por isso, é proibido:

  • Anunciar no rádio e na televisão;
  • Promover eventos que não sejam da área jurídica;
  • Usar expressões promocionais;
  • Divulgar o valor dos serviços e dos honorários;
  • Dar consultoria grátis pela internet;
  • Divulgar fotos de tribunais.

Quais as limitações legais para um advogado ter um site?

Como não é permitido que um escritório jurídico anuncie em rádio e televisão, uma página na internet é uma alternativa eficaz e de baixo custo. Alguns dos itens citados acima, devem ser observados para não serem inseridos no seu website.

Embora um advogado não possa fazer promoções, dar consultoria ou mesmo divulgar os valores de seus honorários em seu website, é possível investir em conteúdo de qualidade.

Disponibilize as respostas para as dúvidas mais comuns das pessoas, demonstrando conhecimento técnico e aumentando a possibilidade de um bom ranqueamento nas plataformas de busca.

Quais os passos para criar um site para meu escritório de advocacia?

1) Escolha do nome

Esse é um dos momentos mais importantes no projeto de ter um site. Pois o nome do seu domínio deverá ser algo que fique durante toda sua trajetória empresarial. Existem algumas dicas valiosas que devem ser observadas:

  • escolha um nome curto, fácil de ser lembrado;
  • evite números, hífens e caracteres especiais;
  • opte por uma palavra relevante ou o nome do seu negócio;

É muito comum o uso de sobrenomes para dar nome ao escritório, por isso, é interessante colocar uma palavra relevante para dizer do que o negócio se trata (como ‘advogados’).

Por exemplo: um site com o nome “www.souzaesilva.com.br” não diz nada sobre seu ramo, mas as opções “www.souzaesilva.adv.br” ou “www.souzaesilvaadvogados.com.br” demonstram claramente a atuação.

2) Registrar domínio

Depois que você se decidiu sobre o domínio certo para o seu site, será preciso verificar se o nome escolhido está disponível para registro. A verificação poderá ser feita diretamente no site do Registro.br – órgão responsável pelo registro de domínios no Brasil.

A Task tem uma parceria com o Registro.br e pode intermediar esse processo, se preferir.

Caso sua empresa seja nacional, recomendamos optar pela extensão mais comum “.com.br” – que é a mais digitada pelas pessoas na URL do navegador. No entanto, conforme citado acima, também existe a possibilidade de registrar o seu site com a extensão “.adv.br”.

3) A escolha da hospedagem de site

Para escolher a hospedagem de site você precisará conhecer o projeto, estimar o número de acessos e qual tipo de site você terá. Para saber qual a diferença entre servidor compartilhado, virtual (VPS) e dedicado, acesse o artigo em nosso blog.

No caso de um escritório de advocacia, provavelmente será um site institucional e, para esse tipo de página, a hospedagem compartilhada atenderá perfeitamente a demanda.

4) Como crio o meu site?

Existem três formas principais para você adquirir um site:

TaskSite

Se você busca um site institucional, com apenas uma página, o TaskSite atenderá a sua demanda.

Com o nosso serviço de criação de sites institucionais, você recebe um site profissional pronto. Depois, você mesmo pode alterar informações, fotos, cores e muito mais.

WordPress

O WordPress é um sistema aberto que permite a construção de sites e blogs. No nosso Wiki temos tutoriais para utilizar essa aplicação.

Além disso, ele também é um gerenciador de conteúdo. O WordPress é a ferramenta mais popular do seguimento.

Contrate um desenvolvedor web

Essa é a opção mais cara. Por isso, é indicada para projetos grandes, mais específicos. Com esse profissional, você tem a possibilidade de criar um projeto exclusivo.

Para esta opção, opte por um desenvolvedor experiente e que você tenha boas recomendações.

5) Conteúdo para o site

O conteúdo é a parte mais importante do site para qualquer empresa. Para um escritório de advocacia, não é diferente.

A página precisa de textos claros, objetivos e principalmente sem jargões jurídicos. Aposte em um conteúdo que o seu cliente consiga entender claramente e confiar em seu trabalho.

Em relação às seções da página, certifique-se de que a página tenha pelo menos:

  • Menu
  • Banner
  • Quem somos
  • Nossos serviços
  • Formulário de contato
  • Redes Sociais
  • Localização

Pronto! Essas são as informações iniciais para o seu escritório de advocacia ter um site na internet e garantir a presença digital do seu negócio. Ficou alguma dúvida? Deixe nos comentários ou entre em contato conosco. Teremos prazer em ajudar!


Leia também!


A importância de divulgar seu negócio com email profissional @suaempresa


Serviços de email: a importância de ter um formulário de contato em seu site

Como fazer a transferência dos meus serviços de email?

Do registro de domínio a hospedagem de site: o que eu preciso saber para abrir o meu negócio na internet?

Hospedagem de site: aumente suas vendas pela internet com um site ou uma loja virtual

0

task_blog

A Task tem por objetivo prover soluções em internet e comércio eletrônico que otimizem processos e gerem resultados para pessoas e organizações. São mais de 20 anos de experiência em hospedagem de sites, serviços de e-mail, servidor virtual, servidor dedicado, loja virtual e muito mais. Saiba mais em www.task.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *